Relato Haiti

Oiii Meninas, tudo bem?

Não sei se vão lembrar, mas uns dias atrás fiz um evento aqui na loja com 10% das vendas revertidas ao Projeto Haiti.

Projeto lindo que uma amiga minha do colégio participa. Ela passou um mês das suas tão sonhadas férias com uma turma de voluntários nesse projeto. 

Recebi o relato da viagem por e-mail  e gostaria de compartilhar a experiência dela com vocês. 

Realmente, uma lição de vida. 

Para todos nós refletirmos um pouco…

 


Olá queridos parceiros!
Desculpem a demora em enviar esse relatório, mas já cheguei na correria! Rs…
Vou tentar resumir o máximo po
ssível desses 15 dias que estive no Haiti com todos vocês que colaboraram, doaram e oraram.
Desde nossa chegada ao país tudo foi muito intenso. No aeroporto haitianos de todos os lados querendo carregar nossas bagagens, oferecendo transporte e a orientação que tivemos antes de desembarcar foi: “Olhem para frente, sigam o Paulo (nosso líder), não tirem fotos e não sorriam”. Qualquer gesto nosso pode ser interpretado de forma errada lá. O calor também era intenso. Imaginem um calor de pelo menos 30C sem ar condicionado e sem ventilador! Dormir era muito difícil. Confesso que só consegui ter uma noite inteira de sono nos últimos dias devido ao cansaço. Fora a minha preocupação com os insetos! No final, já estava acostumando em acordar ao lado das baratas…rs…
Desde o caminho do aeroporto até nossa base (um pouco mais de 1 hora de viagem) vimos muita miséria e muito lixo, muito lixo mesmo! Em praticamente todo o país há eletricidade somente durante o dia. E em alguns locais nem isso (nossa base tinha apenas um gerador que funcionava por algumas horas à noite). Água encanada é luxo! E mesmo quando ela chega às casas, não é potável e ainda pode estar contaminada.

 





A BASE




Tivemos várias atividades com crianças. Sentimos um direcionamento de Deus para isso. Entendemos que a nova geração de haitianos será a responsável pela mudança de realidade do país. Realidade muito difícil. Preparamos o Dia da Alegria com muita música, histórias, lanche, entrega de roupas e principalmente compartilhamos a palavra de Deus com elas. Foram momentos inesquecíveis e só nesse dia atendemos mais de 200 crianças. Momentos de alegria e momentos difíceis, como quando uma das crianças passou mal após comer um pão já que não recebia alimento sólido já há um bom tempo. Tivemos também duas realidades sobre orfanatos. Um orfanato bem cuidado em que as crianças receberam a equipe cantando e bem felizes. E outro orfanato que tivemos em que as crianças estavam doentes, nuas e subnutridas. Não tinha forças nem para ficar de pé! O período em que estive nesse orfanato, só chorei.








Fizemos visitas às famílias que tem recebido as cestas básicas mensalmente na comunidade ao lado da base. Estas cestas são compradas através das doações do Projeto Haiti Sem Fome. Com U$ 50,00 por mês, adotamos uma família e o dinheiro é enviado ao Haiti para a compra da cesta. Infelizmente este ano perdemos cerca de 20 parceiros e para evitar que famílias deixassem de receber alimentos, a liderança do projeto optou por diminuir a quantidade de itens, mantendo assim todas as famílias e hoje a cesta conta apenas como Arroz, Feijão, Óleo, Macarrão, Sal, Leite em pó e Açúcar.

 A pobreza por lá mais uma vez impressiona. As casas da comunidade foram construídas pela ONG Missão Mundial e são feitas de madeira com apenas 1 cômodo com cerca de 10 m², sem cozinha ou banheiro. Em uma das que entramos não tinha um único móvel! Nada! Somente roupas penduradas em uma corda e no chão, dormia uma criança em cima de um papelão. E para ficar ainda mais triste, naquela casa moram 8 pessoas! Muitas dessas famílias não tem fonte de renda, não tem emprego, são idosos e viúvas. Segundo notícias, o índice de desemprego no país passa dos 70%!! Mas é impressionante como Deus nos ensina sempre. Em todas as casas que visitamos, houve uma unanimidade. As famílias que recebem a cesta DIVIDEM os alimentos com quem não recebe! Também tivemos o privilégio de estar no dia da distribuição das cestas.







Tiramos um dos dias para visitar outra comunidade ainda mais pobre. Algumas casas são feitas de pedaços de lona e o resto de qualquer material. Também não há banheiros e nem cozinha. Não há nenhuma eletricidade. As crianças não tem brinquedos. E o alimento também não existe. Muitos estão com fome e não tem perspectiva de quando irão comer. Eles simplesmente se “acostumaram” a comer quando dá. Neste dia alguns membros da nossa equipe adoram famílias e foram momentos de muita emoção junto às mães e pais que estavam desesperados por não conseguirem alimentar seus filhos.




Como toda viagem da Equipe, os homens passaram dias ajudando nas construções. Infelizmente a alta do dólar não foi favorável para nossa arrecadação. O valor arrecadado contribuiu para a construção de um telhado e de um prédio completo que é utilizado como escola durante o dia e igreja às noites. 

Além de todos esses trabalhos, em nossa equipe levamos um dentista que fez mais de 100 atendimentos!





Por fim posso dizer que foi uma das melhores experiências da minha vida. E cada um de vocês contribuiu de alguma forma para ajudar o povo haitiano. 

Foram muitas histórias que vivi naqueles dias além dessas acima, como crianças que foram abandonadas, conheci uma menina escravizada pelos tios e outras. Mas separei só essas.

Minha vontade é de voltar em Maio de 2017, mas até lá continuo ajudando todo mês através do Projeto Haiti Sem Fome e se algum de vocês sentiu no coração de ajudar também, é só me mandar um inbox que passo mais informações. 

Deus abençoe e prospere cada um de vocês.

_______________________________

Mari, fiquei muito emocionada com o seu relato. Que essa chama se mantenha acessa no seu coração…com certeza vc não será mais a mesma. Uma experiência dessa é pra vida toda, que Deus continue te abençoando e parabéns pela coragem…Bjokas Dê

Mesa de doces- Festa Infantil

Mesa linda e perfeita para a festa de 1 aninho do João Pedro, filho de uma amiga muito especial: Lilian Giovanelli.

O tema da festa era O REI LEÃO.

Olha essa mesa montada pela Baobá Art Eventos e os doces e bolos incríveis feitos pela Bolo de Caneca Confeitaria…







Perfeitos!!!! 👏👏👏👏

Segue contato das empresas que montaram essa mesa dos sonhos:



Parabéns, ficou sensacional!!!!


Bjinhos

Porta Jóias que amamos! #Reposição

Mais modelos que chegaram nessa semana aqui na loja…

porta_joias_moveis_movel_joia_bijoux_bijuteria_forrado_rodinha_comoda_mdf_branco_puxador_strass_brilho_chave_tranca_wish_list_desejo_analia_franco_tatuape_loja_fisica

Mais informações de medidas, preços, formas de pagamento, como comprar:

Loja Física: Rua Eleonora Cintra, 299 – Jd. Anália Franco – Tel (011): 2769-2251 – São Paulo -SP

Loja Virtual: http://www.denisefurlan.com.br (categoria “porta jóias)

Venda online pelo whatsapp: (011) 9.7125-7667

 

Venha nos visitar, horários de atendimento:

Segunda a Sexta das 10-20hs e Sábado das 10-18hs.

Siga pelo instagram (@denisefurlan) e pelo SnapChat (denise_furlan) e veja as novidades em primeira mão!

 

bjinhos

News! 😍

Para o post de hoje, me inspirei em alguns looks chiquérrimos que vi no Instagram e montei junto com as nossas peças!
Que tal?

{Boa semana congelante!!!}☃ 

Para comprar: 

Loja virtual: http://www.denisefurlan.com.br 

WhatsApp 11-9.7125-7667 
Ou direto na loja física em São Paulo: Rua Eleonora Cintra, 299- Jd. Anália Franco. 
Bjinhos